Português

Home office, como faz?

Marina Borges / 1 de dezembro de 2019
Lá do maravilhoso Pinterest

Muita gente me pede dicas de home office porque provavelmente acha que deve ser algo muito difícil resistir à cama e à sessão da tarde.

Para as mulheres, meu conselho fundamental é: vai trabalhar de casa? Coloque sutiã. Nada de moralismo antifeminista por aqui, não me leve a mal – só acho fundamental chegar ao final do dia e tirar o sutiã para ter aquela sensação de “ai que bom, esse dia chegou ao fim”. Pode ser só meu psicológico, mas para mim funciona muito. Encontrem aí um equivalente, senhores.

No fundo acho graça quando me pedem a receita de bolo do home office porque quando comecei a trabalhar por conta própria fiquei super empolgada de arrumar um cantinho para chamar de meu. Sim, esqueça essa ideia de que, a partir do momento que começar a trabalhar por conta própria, você vai poder trabalhar quando e onde quiser. Para tradução, pelo menos, você precisa de concentração extrema – então encontre seu cantinho silencioso e confortável para chamar de seu desde já.

Há diversos aplicativos e acessórios que vão te ajudar a encontrar seu estilo, no entanto:

Noisli – Meu amigo Noisli é uma extensão para o Chrome e site que lhe ajuda a aumentar seu foco, em consequência aumentando sua produtividade. Eu uso com fone de ouvido, alternando as opções (minhas favoritas são cafeteria, chuva e noite; mar e trem não curto muito não) escutando por 20 minutos seguidos. É o tempo de dar aquela concentrada antes da hora de levantar e beber uma água ou ir ao banheiro, ou mesmo fazer um alongamento. Com o timer você fica ciente da hora de levantar e dar uma volta.

Evernote – Já perdi a conta de quantos posts já fiz aqui sobre organização pessoal. Tem gente que se adaptou lindamente ao Google Calendar, outros veneram o Trello, eu me achei no Bullet Journal no Evernote. Aproveite o ano vindouro para começar uma e ver se você não se adapta também. A primeira coisa que eu faço no começo do dia é atualizar a minha lista, me programar e organizar meus pensamentos ali. Também uso um Bullet Journal na agenda de papel, com mais ou menos os mesmos critérios e informações. No celular, uso o Todoist para lembranças mais cotidianas, como lista de compras e lembretes mais relacionados à minha vida pessoal. Se você vai trabalhar por conta própria, recorra à extrema organização para não ficar doido, vai por mim.

Caixa de entrada – Outro conselho que parece bobo mas que vai fazer diferença na sua vida de home office é a organização da sua caixa de entrada de e-mail. Use e abuse de pastas, labels e utilidades mil, porque uma caixa de entrada desorganizada uma semana, meus amores, já dá uma dor de cabeça de dias. Eu fiz pastas para todos os clientes e agências, leio e já transfiro para lá. Na minha caixa de entrada de fato só tem mensagem de boas festas do ano anterior. Cada um tem seu sistema de organização, naturalmente, mas o importante é não deixar nada acumular, escuta a tia que você vai ter sucesso.

Trello – Essa é para quem trabalha em equipe. Abraça o Trello, gente. Para organização pessoal ele foi demais para mim, mas a coisa mais linda que já vi é um planejamento de equipe nesse app, meu jesusinho. Você consegue colocar ali tudo o que é preciso: prazo, comentário, anexo, aviso ao coleguinha (chega no e-mail dele), tem label, tem foto bonita – enfim, o paraíso da organização. Outro que usamos na equipe em que trabalho e que é mais uma grande invenção da humanidade se chama Slack. A gente que ainda em 2019 é vítima do Skype e suas infinitas atualizações pega um Slack e agradece, viu. O programa é mais focado para chat, funciona perfeitamente na web e no app sem lentidão, sem travamento, com mil efeitos e utilitários, quero mais nada para a minha vida de comunicação. Nadinha.

Dicionários físicos – Essa foi a minha desforra esse ano. Explico-me: sou uma entusiasta dos dicionários de papel, mas também sou uma pessoa irritantemente retrô, então sempre pensei que era mais um capricho ainda ter referências físicas em pleno século XXI. Aí dia desses, na pós, uma professora maravilhosa virou e falou da importância de se ter dicionários de papel, sim, porque né, vai que sua internet cai, sua luz acaba? Como é que você vai traduzir? Vai dizer pro cliente que não dá? Pois bem, tenha aí no seu home office os mais belos dicionários a mão, monolíngue, bilíngue, glossário, te vira!

No mais, o home office funciona bem mesmo basicamente com disciplina. Organize-se para ter um horário de trabalho, nem que seja cortado entre dentista, colégio de criança, curso de natação. Mas feche horas: de 8 às 10, de 2 às 4 da manhã, que seja. Organização é essencial nesse sentido. Só vai funcionar trabalhar de casa se você adaptar a sua casa ao seu trabalho.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Protected with IP Blacklist CloudIP Blacklist Cloud