Português

Atividades para tradutores durante o isolamento social

Marina Borges / 28 de março de 2020

Não, não é nada do que você está pensando.

Os tempos estão incertos, eu sei. Mas é essencial fazer a nossa parte e permanecer em casa, por motivos que todos já sabem (todos não, né, tem gente teimando). Para muitos tradutores profissionais, o tal home office não é lá nenhuma novidade, mas a incerteza em relação ao nosso futuro financeiro nos deixa inquietos, né? Sei bem como é. Por isso trago hoje algumas sugestões para você.

Começando pelo começo

Vou tentar te tranquilizar um pouco trazendo aqui algumas coisinhas que o dia a dia não nos permite fazer com afinco, mas que em tempos como esses, é um verdadeiro investimento naquelas horas em que não estamos ocupados. Vamos às essas sugestões de atividades para tradutores durante o isolamento social, mas antes….

Vamos fazer o favor de entender a diferença entre “isolamento” ou “distanciamento social” e “quarentena”. Os primeiros são para pessoas não infectadas, mas que escolheram não dar chance para um possível contágio do vírus e permanecem em casa a maior parte do tempo possível. Quarentena é algo parecido, exceto que serve para qualificar quem está doente e isolado em casa ou quem chegou recentemente de viagem a lugares com alto índice de infecção e não quer arriscar ser vetor para ninguém. Aliás, atenção ao coronavírus e à COVID-19. O primeiro é o nome do vírus, portanto, masculino; a segunda é a doença, daí o uso no feminino.

O que um tradutor pode fazer durante a quarentena?

Sobre as atividades que um tradutor pode fazer nesse período de possível ócio, seguem as minhas sugestões abaixo. Nada muito complicado, tudo dentro da sua rotina da profissão.

Calcular quantas palavras você já traduziu.

Se você é como eu, que está devendo uma organização aos seus arquivos de forma detalhada, essa é a hora. Reserve duas colunas da sua tabela geral: uma para o número de palavras e outra para a área de conhecimento do texto. Desse modo, vai ficar muito mais fácil verificar quantas palavras de patentes você já traduziu a próxima vez que uma agência te pedir algo assim. Se entender de Excel mais do que eu, então, vai ficar lindo.

Renovar seu CV.

Já ouviu falar dos tais currículos visuais? A minha colega Carolina Walliter falou deles em um dos últimos congressos da Abrates e como a palestra dela foi uma das mais populares, está agora à disposição no YouTube. Assista para aprender como dar um upgrade no seu currículo, tema tão importante em qualquer mercado. Já falei aqui sobre eles, mas como faz tempo, dou mais um toque: não existe currículo único. Existe um currículo para cada oferta de trabalho. Tenha um molde básico, mas envie um CV que encaixe certinho naquela descrição.

Os glossários, sempre eles.

Lembra que você gastou aquela grana em CAT Tool? Como assim você não está montando lindos glossários? Deixa eu adivinhar – está montando, mas eles estão meio bagunçados? Ah, vamo lá, organize os coitadinhos que nos ajudam tanto. Se já estão organizados sim senhora, que tal adicionar o contexto da palavra, o site ou livro de referência onde você achou a solução? Da próxima vez que economizar tempo de pesquisa de um termo cabeludo, seu eu do futuro vai ficar muito grato, diz aí.

Organize seus favoritos.

Devo confessar que nesse quesito eu estou com nota zero. Meus favoritos estão aqui desde 2012, juro por Deus! Muita coisa já não me serve nem me interessa. Nem a pasta referências, onde separo tudo por área do conhecimento, está lá muito católica. Vou aproveitar esse tempinho para ver que links ainda existem na Internet dos meus favoritos, fazer uma faxina mesmo, porque referência a gente tem que ter sempre atualizada, senão não serve para nada.

Redes sociais!

Como anda aquele seu perfil no Twitter? E os artigos no LinkedIn? Já fez um Instagram profissional? Pôxa, podemos estar perdendo um(a) grande influencer da área porque você não toma uma atitude? :) Vamos lá, aproveite as hashtags de meu Deus e manda ver. Com aquela parcimônia de conteúdo, naturalmente, já conversamos sobre isso aqui também.

Conclusão

Procure se ocupar, isso é o mais importante. Não sabemos quanto tempo isso tudo vai durar, então nada melhor do que se organizar para dar conta do amanhã. Pelo menos é isso o que eu estou fazendo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Protected with IP Blacklist CloudIP Blacklist Cloud